sazonalização de garantia física

Conheça o ponto de vista dos geradores de energia e como a sazonalização é uma estratégia importante para os agentes de geração.

 

Quando pensamos em sazonalização, nos deparamos com dois olhares sobre o mesmo tema. Consumidores e geradores de energia estudando estratégias de consumo e geração, seja no mercado livre de energia ou no ambiente regulado.

A sazonalização de garantia física das usinas é um processo que ocorre todo ano e envolve diversas variáveis e demanda uma análise de dados históricos e futuros. Como, por exemplo, projeção de geração, preços de curto e longo prazo, contratos já firmados, entre outros.

Nesse texto falaremos sobre a perspectiva dos geradores e como funciona o processo de contratação, avaliação e ação junto aos clientes, que esperam uma resposta positiva desse tipo de negócio.


Sazonalização de energia

Sabemos que a sazonalização é um processo de distribuição de energia proporcional ao consumo de cada mês, onde o volume total do que foi contratado não é alterado.

>> Entenda aqui como a Sazonalização funciona para consumidores

Esse processo é acordado diretamente com o fornecedor de energia no momento da montagem ou renovação do contrato. É necessário estudar as variáveis do consumo para alcançar um bom panorama para o ano seguinte.

Do lado dos consumidores, o ponto mais importante será, de fato, identificar o perfil de consumo da empresa. Porém, os geradores de energia deverão avaliar outros pontos além do consumo de seus clientes.


Como funciona a sazonalização da garantia física para geradores

Para os geradores de energia, a sazonalização da garantia física será declarada para fins de Lastro e no caso de usinas hidrelétricas participantes do Mecanismo de Realocação de Energia (MRE) também será necessário a declaração da sazonalização da garantia física para fins de MRE.

A Garantia Física para fins de lastro, determina a quantidade máxima de energia que um gerador poderá vender mensalmente e para fins de MRE será a base para determinar o fluxo de energia mensal doada ou recebida no mecanismo.

mercado_livre_de_energia

 

Premissas para as usinas dentro da Sazonalização

Quando avaliado o desempenho de um gerador de energia, algumas premissas são de grande importância para concretizar o fornecimento e efetivação do contrato.

É importante se atentar ao tratamento das perdas, aos limites de energia declarados, ter uma estimativa de geração, cuidar dos contratos já firmados e estudar a precificação de curto e longo prazo.


Sazonalização de GF para fins de Lastro

A sazonalização é realizada por todas as usinas que têm montante de Garantia Física definidos pelo Ministério de Minas e Energia (MME) em MWm. Ela compõe a gestão de risco e estratégia do gerador.

Ser um gerador de energia pede um bom plano de fornecimento e a sazonalização de lastro é uma das estratégias onde a GF será distribuída em montantes mensais. Vale destacar que o cálculo da Garantia Física dos empreendimentos de geração, assim como suas revisões, são de competência da EPE e seguem metodologias e critérios definidos por regulamentações específicas. Assim, a depender do tipo de fonte de geração, deve-se atentar ao perfil da geração para que a GF não sofra uma redução.

 

Sazonalização de garantia física das hidrelétricas participantes do MRE

Já a sazonalização para fins de MRE é uma estratégia utilizada pelas usinas hidrelétricas participantes do mecanismo.

É realizada no final de cada ano seguindo o mesmo prazo da sazonalização de lastro. É possível considerar o formato flat, customizado ou seguir o perfil de sazonalização dos demais agentes participantes do MRE.

 

Quer mais informações sobre o processo? Confira o episódio do Comercast:

 


Prazos e regras para as usinas geradoras de energia

Dentro das estratégias, existem prazos e regras a serem seguidas, sendo que ao final do processo, é preciso registrar os valores no site da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

Recentemente, novas regras foram aprovadas pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) sobre os modelos para sazonalização de GF para usinas que participam do MRE.

Dentre as novas regras vale destacar:

no período entre as operações de contabilização de energia referentes a janeiro de 2022 e dezembro de 2026, os valores mensais de garantia física sazonalizada para fins de alocação de energia no MRE devem constar do intervalo entre 80% (oitenta por cento) e 120% (cento e vinte por cento) do perfil de geração média do MRE dos cinco anos anteriores ao de vigência da sazonalização da garantia física, exceto para as usinas que se enquadrarem no § 3º da REN 899/2020 ANEEL.

Você já iniciou seu processo de sazonalização? Esse é momento de pensar sobre o assunto, pois o prazo para cadastramento no sistema da CCEE se encerra em dezembro.


>> Veja as principais fontes de geração de energia no Brasil

 

Como a Comerc realiza o processo com os clientes?

A Comerc elabora análises com estudos de preço e cenários que auxiliam o gerador na tomada de decisão, atuando de forma ativa com nossos clientes.

grafico_sazonalizacao

Nesse processo, a inteligência regulatória e de mercado fazem diferença, por isso, os estudos desenvolvidos pela MegaWhat permitem ao cliente ter um visão das variáveis que são tratadas na estrutura da estratégia de sazonalização.

Os especialistas da plataforma realizam relatórios semanais de preço e de cenários dependendo das variáveis. São estudos com curvas de longo prazo e mais pontuais de curto prazo, além de cenários GSF (Generation Scaling Factor), análises de preço, meteorologia, bandeiras tarifárias e outras análises do mercado.


Com o nosso time fica mais fácil tomar as melhores decisões estratégicas e otimizar seus resultados. Quer falar com um de nossos especialistas? Preencha o formulário abaixo:

 

 

Mais notícias sobre Energia Renovável