Fonte: ONSAtualizado em: 26/06/2015

Fonte: ONS Atualizado em: 26/06/2015

Em junho, o nível dos reservatórios manteve-se praticamente estável em todos os submercados, com exceção do Sul, teve sua energia armazenada ao longo de junho, passando de 36,9% para 61,1%.

Fonte: ONS

Fonte: ONS

Confirmando o gráfico semanal de armazenamento, a maior variação entre o início e o término de junho ocorreu na região Sul, com 25,2 pontos percentuais. As regiões Nordeste e Norte sofreram deplecionamento e o Sudeste subiu 0,3p.p., de acordo com a previsão de término do mês divulgado pelo ONS no último PMO.

O gráfico abaixo apresenta o nível dos reservatórios no mês de junho dos últimos 15 anos:

Fonte: ONS Atualizado em: 29/06/2015

Fonte: ONS Atualizado em: 29/06/2015

A situação segue crítica nos submercados Sudeste e Nordeste, responsáveis por 88% da capacidade de armazenamento máxima do país. O Sudeste está com um acumulado próximo ao registrado no mesmo período do ano passado. O Nordeste permanece com níveis muito próximos ao observado em 2001 – uma diferença de apenas 1,1 ponto percentual.

 

Mais notícias sobre Energia Renovável